Sistema digestivo explicado

The digestive system аllоwѕ uѕ to break dоwn the food wе еаt tо оbtаin energy аnd nourishment. It is usually divided into thе gаѕtrоintеѕtinаl tract (also called thе GI tract оr digеѕtivе tract), the liver, pancreas, and gallbladder. The GI trасt iѕ a ѕеriеѕ of hоllоw оrgаnѕ jоinеd in a lоng, twisting tubе frоm thе mоuth to thе аnuѕ. Thе hоllоw organs that mаkе uр the GI trасt аrе the mоuth, esophagus, estômago, intestino delgado, intestino grosso e ânus.

Esses órgãos se combinam para realizar seis tarefas: ingestão, secreção, reprodução, digestão, absorção e defecação.

  • Ingestão; comer comida
  • propulsão; mover o alimento da boca para o intestino para absorção ou excreção
  • Digestão; decomposição química e mecânica de alimentos em pedaços menores
  • Absorção; absorção de moléculas solúveis e 
  • Secreção; produção de enzimas e outras soluções como ácido, bicarbonato, etc.
  • defecação; descarga de fezes do corpo

Essas funções vitais são necessárias para manter a homeostase saudável (manutenção de um ambiente interno constante) e para o funcionamento ideal do corpo humano. 

Illustration of the digestive system. Servier Medical Art by Servier, CC BY 3.0.

Órgãos e suas funções

O Trato Gastrointestinal (GI)

A boca é o ponto de partida do trato GI. Uma quantidade significativa de digestão mecânica (quebra física dos alimentos em pedaços menores) ocorre na boca. A boca também ajuda a lubrificar o alimento com a saliva, ajudando-o a se mover ao longo da faringe e do esôfago. Falando nisso, o esôfago é um tubo muscular que conecta a boca com o estômago e fornece uma passagem para o bolo alimentar (uma bola semi-sólida de comida que foi mastigada e misturada com a saliva). 

Teeth in adults and children are involved in the mechanical digestion of food. Servier Medical Art by Servier, CC BY 3.0.

Os alimentos que chegam ao estômago são armazenados e digeridos, tanto mecanicamente quanto quimicamente. A digestão química refere-se a um processo pelo qual o corpo decompõe moléculas insolúveis complexas de alimentos, por exemplo, amido em moléculas solúveis menores, ou seja, glicose, aminoácidos e ácidos graxos. o estômago é uma forte bolsa muscular que se contrai periodicamente, quebrando e misturando os alimentos com as secreções gástricas; uma mistura de água, ácido clorídrico e proteases (enzimas que digerem proteínas). Tem uma curvatura menor e uma maior, juntamente com um antro e piloro. O quimo, alimento semi-digerido misturado com secreção gástrica, é impulsionado pelo peristaltismo (movimentos ondulatórios) para os intestinos, onde o resto do alimento é digerido e absorvido. 

The peristaltic movement of pre-digested food (bolus) through the esophagus. Servier Medical Art by Servier, CC BY 3.0.

The small intestine starts from the pylorus of the stomach and is divided into three portions; duodenum, jejunum, and ileum. Most of the digestion occurs in the duodenum and initial jejunum. It is a 5-meter-long luminal structure with a specialized epithelium— the brush border.

Small intestine and villi. Servier Medical Art by Servier, CC BY 3.0.

This epithelium contains numerous villi and microvilli across its surface. Villi and microvilli are small finger-like projections that increase the surface area (area available for absorption) greatly. These microvilli also give the intestine a towel-like appearance. After most of the soluble nutrients i.e., amino acids, glucose, fructose, fatty acids glycerol are absorbed the food is propelled towards the anus in the large intestine.

Microscopic view of the intestinal villi. Servier Medical Art by Servier, CC BY 3.0.

The large intestine i.e., the colon starts from the ileocecal junction and extends to the rectum. Ascending, transverse, descending, and the sigmoid colon are all part of the large intestine. The primary function of the colon is to absorb water and electrolytes from the remaining undigested food. The colon also has a series of muscular band loops called tinea-coli which contract to produce bulk movements throughout the colon and help push the feces into the rectum.

Ascending, transverse, and descendant colon. Servier Medical Art by Servier, CC BY 3.0.

O reto conecta o cólon sigmóide ao ânus. As fezes ficam temporariamente armazenadas no reto até serem expelidas do corpo pelo ânus por um processo chamado defecação.

O Fígado e a Vesícula Biliar

The liver plays a vital function in maintaining a healthy body. In most people, it is located in the upper right abdominal region, below the right dome of the diaphragm and the right lung.

Macroscopic view of the liver and gallbladder from the back (left) and the front (right). Servier Medical Art by Servier, CC BY 3.0.

Apart from its numerous other functions like detoxification of exogenous toxic substances, storing nutrients, and synthesis of proteins and triglycerides (fats), the liver also produces bile. Bile is temporarily stored in the gallbladder (attached to the liver) and secreted into the small intestine through the ducto biliar. A bile emulsifica grandes moléculas de gordura em gotículas de gordura menores que podem ser efetivamente digeridas pelas lipases (enzimas que digerem gordura). 

Microscopic view of the liver and gallbladder with the bile ducts and bile canaliculi that collect the bile produced by the hepatocytes. Servier Medical Art by Servier, CC BY 3.0.

O pâncreas exócrino

O pâncreas é um órgão em forma de folha e com base em sua função é dividido em duas partes: o pâncreas exócrino e o endócrino (produtor de hormônios). O pâncreas exócrino é responsável por produzir todas as enzimas digestivas primárias necessárias para a quebra dos alimentos. A secreção pancreática é uma mistura de:

  1. Carboidrases 
  2. Proteases 
  3. Lipases 
  4. bicarbonato e 
  5. Água
Macroscopic and microscopic view of the pancreas. Servier Medical Art by Servier, CC BY 3.0.

As Glândulas Salivares

A saliva é uma secreção aquosa, produzida por estruturas glandulares na cavidade bucal, misturada com enzimas, por exemplo, carboidrases (enzimas que digerem carboidratos) e lipases. Ajuda a suavizar o bolo alimentar e digere parcialmente os alimentos, especialmente o amido (carboidratos) presente nos alimentos. Existem três conjuntos bilaterais (presentes em ambos os lados) de glândulas salivares presentes em nosso corpo. Glândula parótida, glândula submandibular e glândulas sublinguais. As glândulas parótidas, presentes abaixo das orelhas, são as principais glândulas salivares. Como seus nomes sugerem, as glândulas submandibulares estão localizadas sob o mandíbula (osso da mandíbula) e as glândulas sublinguais abaixo da língua. 

Position of the parotid, sublingual, and submaxillary glands in the head. Servier Medical Art by Servier, CC BY 3.0.

Nervos e Suprimento Vascular

O suprimento neurovascular refere-se ao suprimento sanguíneo e ao suprimento nervoso, cujas conexões são vitais para manter um órgão vivo. O digestivo é suprido por um conjunto de diferentes nervos e vasos. 

Fornecimento de nervo

A cavidade bucal e suas estruturas são inervadas pelos nervos cranianos (NC), nervos que se originam diretamente do cérebro ou tronco encefálico. A maior parte da inervação é feita pelo NC V (5º), o nervo trigêmeo, juntamente com NC IX (9º) e NC X (10º). O 10º NC, o nervo vago, supre a maior parte do trato GI. A estimulação através do NC X aumenta o peristaltismo e a secreção em todo o trato GI. Outra característica fundamental a ser observada é que a inervação da maior parte do sistema digestivo é proveniente do sistema nervoso autônomo, ou seja, não está sob controle voluntário. O fígado e o pâncreas são inervados pelos nervos vagal e esplâncnico (simpático). 

 A parte inferior do canal anal, abaixo da linha pectinada, é derivada dos nervos somáticos (voluntários), o nervo pudendo. Isso nos dá controle sobre a defecação.  

Suprimento Vascular

O suprimento vascular da boca envolve diferentes ramos da Artéria Carótida Externa (ECA), por exemplo, a artéria lingual para a língua. A drenagem venosa da boca é feita através de uma série de pequenas veias que eventualmente drenam para a veia jugular interna. O esôfago, o estômago e a parte proximal (superior) do duodeno são supridos por ramos da artéria celíaca (ramo da aorta abdominal) e drenados por veias adjacentes de volta à veia celíaca. A parte distal do duodeno, jejuno, íleo e dois terços do cólon transverso são todos supridos pela Artéria Mesentérica Superior (ramo da aorta abdominal). O último terço do cólon transverso, o cólon descendente e sigmóide e o canal anal até a linha pectinada são supridos pela Artéria Mesentérica Inferior (ramo da aorta abdominal). Abaixo da linha pectinada, o canal anal é suprido pela Artéria Pudendal. A drenagem venosa dessas estruturas é feita pelas veias das artérias correspondentes. A maior parte do pâncreas é suprida pelos ramos da artéria esplênica (ramo da artéria celíaca) e drenada pela veia esplênica. 

O fígado tem uma importância especial, pois está conectado ao trato GI pela veia porta hepática, que fornece sangue rico em nutrientes para o fígado. O parênquima (tecido) hepático é suprido pelas artérias hepáticas, que se originam da artéria celíaca, e é drenado pelas veias hepáticas: tributárias do veia cava

Aprenda mais sobre as relações espaciais 3D dos órgãos digestivos com este brilhante modelo anatômico em tamanho real.

Referências
  1. Anatomia, Cabeça e Pescoço, Lábios, Meghan A. Piccinin; Patrick M. Zito.
    https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK507900/
  2. INERVAÇÃO DO TRATO GASTROINTESTINAL: PADRÕES DE ENVELHECIMENTO; Robert J. Phillips e Terry L. Powley
    https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2045700/
  3. Drake, Richard L.; Vogl, Wayne; Mitchell, Adam WM (2005). Anatomia de Gray para estudantes. Filadélfia, Pensilvânia: Elsevier. págs. 989-995. 
  4. Anatomia Clínica de Snell por Regiões 10º Edição; Lawrence E. Wineski. págs. 279-500, págs. 609-700.
  5. Anatomia Clinicamente Orientada por Anne MR Agur, Arthur F Dalley e Keith L. Moore. Cabeça e Pescoço, Abdômen, Pelve, Perinium.
  6. Ensina-me Anatomia; Abdômen e Pelve
  7. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7173558/#:~:text=The%20principal%20functions%20of%20the,or%20incapable%20of%20being%20digested.
  8. Seu sistema digestivo e como ele funciona; https://www.niddk.nih.gov/health-information/digestive-diseases/digestive-system-how-it-works
  9. Quatro funções principais do sistema digestivo; http://www.s-hamilton.us/BiologyHomepage/Term4-98/keittreim-digestivesystem/tothe.htm

O conteúdo compartilhado no site Health Literacy Hub é fornecido apenas para fins informativos e não se destina a substituir conselhos, diagnósticos ou tratamentos oferecidos por profissionais médicos qualificados em seu Estado ou País. Os leitores são encorajados a confirmar as informações fornecidas com outras fontes e a procurar o conselho de um médico qualificado com qualquer dúvida que possam ter em relação à sua saúde. O Health Literacy Hub não se responsabiliza por qualquer consequência direta ou indireta decorrente da aplicação do material disponibilizado.

pt_BRPortuguese